Moro chateado com ‘traição’

O Antagonista, sob o título “Traição a Moro”, conta que o ministro Sergio Moro ficou especialmente chateado com o voto do deputado federalRicardo Barros para retirar o Coaf do Ministério da Justiça.

“Barros é de Maringá, terra natal do ex-juiz, e esteve com o ministro dias antes”, acrescentou o site de política.
O ex-juiz da Lava Jato e o tesoureiro-geral do PP, partido mais envolvido com o mensalão, seriam mais que conterrâneos a ponto de provocar o chateamento? Em 2016, então ministro da Saúde, Barros participou de uma homenagem que a Fecomércio fez a Moro, em evento realizado em Curitiba (foto).

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.