Universidades têm quantitativo
de horas aprovado pela CPS

Após reunião em Curitiba ocorrida na tarde de hoje a Comissão de Política Salarial autorizou o quantitativo de horas para a contratação de docentes temporários para o segundo semestre de 2019 nas universidades paranaenses. A informação está no site da UEM.

No caso da Universidade Estadual de Maringá foram autorizadas 18 mil horas semanais de trabalho docente, o que, segundo a instituição, permite a renovação dos contratos dos 104 docentes que vencem no dia 31 e a manutenção dos professores temporários até o final do ano letivo. Com as horas liberadas, a reitoria agora irá convocar o Conselho de Ensino e Pesquisa para discutir a retomada do calendário acadêmico, uma vez que, segundo decisão da CPS, as contratações e renovações não poderão ocorrer com o calendário suspenso.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.