O recado ao deputado do Pros

O deputado estadual Galo (Podemos) usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Paraná para criticar, em alto estilo, o maringaense Homero Figueiredo Lima e Marchese (Pros).

Pediu respeito, que seu colega nõ aceita críticas, não aceita a decisão do plenário, que não tem conhecimento do regimento interno, além de insinuar que Homero é sorrateiro e está por trás de críticas ao presidente da casa, Ademar Traiano. Galo citou o petista Tadeu Veneri como alguém que aceita de forma democrática a prática legislativa. Nos bastidores, Galo exteriorizou as suspeitas de seus colegas. Homero negou e Traiano disse que todos os deputados sabem as regras do jogo na Alep e ainda não teve tempo suficiente para saber do regimento interno.
Repete-se em Curitiba o que se viu em sua curta passagem pelo Legislativo maringaense. Segundo o presidente da Alep, quando o deputado discorda da maioria aquele poder é colocado em situação difícil. “Não foi a primeira vez. Encerra-se aqui a discussão e minutos depois a matéria está em todos os blogs. Alguém deve ter patrocinado. Espero que não seja vossa excelência”, disse Traiano, que ontem teve sua imagem veiculada em redes sociais por conta de reajuste dado a servidores públicos.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.