TRE-PR aplica multa e cassa mandatos dos deputados Jonas Guimarães e Ricardo Barros

Por maioria de votos, na sessão desta segunda-feira, o Tribunal Regional Eleitoral do Paraná decidiu aplicar multa de 5 mil Ufirs e cassar os mandatos dos deputados Jonas Guimarães (estadual) e Ricardo Barros (federal).

O motivo da cassação é a irregularidade na prestação de contas, em especial a realização de um jantar em Barbosa Ferraz, durante a eleição do ano passado.

O relator do processo, ajuizado pelo Minsitério Público Eleitoral, é Tito Campos de Paula. Também a ex-vice-governadora Cida Borghetti era investigada, por terem participado de uma festa de aniversário naquela cidade do Vale do Ivaí.

Em suas redes sociais, o ex-ministro da Saúde de Michel Temer disse que vai recorrer.

“O recurso com efeito suspensivo deixará a decisão suspensa até a apreciação dos recursos no Tribunal Superior Eleitoral. Estou tranquilo e confiante na reversão da decisão já que toda a jurisprudência do assunto no TSE é favorável”, escreveu.

Barros insinuou que a condenação teria ocorrido por ter sido relator da lei de abuso de autoridade na Câmara Federal.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.