blog do zé beto

Gente

Ao poeta Zeca Corrêa Leite

O Zeca não existe. Ele é uma miragem na paisagem grotesca do nosso dia a dia. Sempre disse que ele é anjo, santo, alguma coisa assim. Pela tom da voz, poderia ser arcebispo, papa. E dos bons, porque ao contar os causos engraçados que protagonizou, não mexe um músculo do rosto enquanto nos rolamos no chão de tanto rir. Continue lendo ›