boto

Geral

Governo proíbe pesca de piracatinga para preservar o boto rosa

Pescadores matam boto rosa para usar de isca na pesca de peixe
Instrução normativa interministerial publicada hoje pelos ministros de Pesca e Aquicultura, Eduardo Lopes, e pela ministras do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, estabelece a moratória da pesca e comercialização da piracatinga (Calophysus macropterus) em águas jurisdicionais brasileiras e em todo o território nacional pelo prazo de cinco anos, a contar de 1º de janeiro de 2015. Neste período fica proibida a pesca, retenção a bordo, transbordo, desembarque, armazenamento, transporte, beneficiamento e a comercialização da piracatinga, ficando os dois ministérios responsáveis pela avaliação dos efeitos da moratória para a recuperação das espécies de botos (Inia geoffrencis; Sottalia fluviatillis) e jacarés. A proibição só não vale para casos de captura com fins de pesquisa científica. Ontem à noite, reportagem do programa Fantástico denunciou a morte de milhares de exemplares do boto rosa na Amazônia, matança que pode levar o animal à extinção em poucos anos; eles são mortos para serem usados como isca de piracatinga.