mapa da violência

Geral

Vapt-vupt

Vapt – Mapa da violência: 120 cidades do país concentram metade dos homicídios
Vupt – Previdência: começa nesta terça votação da reforma em 2º turno na Câmara

Geral

Sarandi reduz homicídios e ‘salva’ números regionais

homicidioO número de homicídios aumentou 7% em 2012, se comparado a 2011, de acordo com o Mapa da Violência a ser divulgado nos próximos dias pelo governo federal. É a maior taxa de homicídios desde 1980: foram 56.337 assassinatos naquele ano, uma taxa da 29 ocorrências para cada 100 mil habitantes. Como lembrou Reinaldo Azevedo, no Brasil mata-se 32 vezes mais que na Alemanha, onde a taxa é de 0,9. O país da Copa do Mundo responde por mais da metade dos assassinatos verificados na América Latina e Caribe.
Em Maringá o número de homicídios em 2013 foi maior que o de 2012. E o que preocupa é que a coisa vem apertando: o ano não chegou à metade e os homicídios de 2014 em Maringá são proporcionalmente maiores que em 2013. Em nível de subdivisão, a situação de 2013 só não foi pior para a regional polarizada pela Cidade Canção por causa, quem diria, de Sarandi, que reduziu significativamente os homicídios, inclusive as mortes em confronto com a polícia: nenhuma, contra sete do ano anterior. Este ano, a segunda cidade da micro-região continua baixando os índices.