Quem mais perde

Se a Lei Ficha Limpa entrar mesmo em vigor nestas eleições, o PP maringaense será o maior prejudicado. Dois dos três pré-candidatos a deputado estadual terão a candidatura barrada; escapa apenas Ulisses Maia (que, por sinal, está perdendo pontos junto aos servidores municipais por conta de uma espécie de “assédio eleitoral” que a máquina pública municipal está fazendo junto aos CCs e FGs; quem não admitir fazer campanha pra ele é “ameaçado” de perder a boquinha na administração cidadã).

Belino Bravin e Zebrão, dois nomes tidos como possíveis candidatos, estariam enlinhados com a lei em vigor, pois têm condenações por improbidade em segunda grau. Mesmo assim, estariam em situação melhor que seu grande chefe, Ricardo Barros, que tem até condenação transitado em julgado pelo mesmo motivo.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.