Guarda de Sarandi recebe Spark dia 15

A Guarda Municipal de Sarandi vai receber na próxima terça-feira, 15, as armas de choque, sendo a primeira a utilizar a Spark, de fabricação nacional, como adiantou o blog. Serão entregues 18 pistolas Spark. Segundo o comandante da guarda, Paulo Sérgio de Souza Prado, todos os agentes serão treinados pela empresa fabricante, antes de manusear as armas não letais. “Nós vamos receber as primeiras armas fabricadas no Brasil, nossos agentes só vão usar este equipamento depois do treinamento e até o dia 20 todos os agentes estarão trabalhando com as pistolas”. A arma incapacitante foi construída pela empresa brasileira Condor, é a primeira arma elétrica incapacitante produzida no país, a Spark. Esta arma tem uma tecnologia diferente, pois corta automaticamente a corrente após 5 segundos do momento do disparo, o que dificulta a ocorrência de choques prolongados de forma involuntária (a memória do dispositivo armazena os últimos 1.000 disparos, para que possa haver auditoria sobre seu uso). Além disso, libera 40% menos energia transferida durante o choque, suficiente para incapacitar temporariamente um indivíduo e com muito mais segurança, reduzindo ao máximo o risco de acidentes. A arma brasileira possui também dispositivo de dupla ação, que evita acionamento acidental, e cartucho com trava de proteção. A Spark dispara dois dardos – com carga elétrica de 50 mil volts/2,8 miliamperes – capazes de neutralizar sem causar lesão permanente ou morte , tem alcance de 6, 8 e 10 metros, mira a laser, memória digital e porta USB para captura de dados armazenados na arma sobre seu funcionamento.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.