Pobre futebol maringaense

O primo pobre, o Grêmio Maringá de Aurélio Almeida, venceu por 1 a 0 o primo rico, o Metropolitano, do vereador Zebrão (PP), no primeiro encontro dos dois times da cidade que disputam a Segunda Divisão do Paranaense 2012, ontem à noite, no Estádio Willie Davids. Havia 390 pagantes.
Bons tempos aqueles que qualquer bate-bola no WD reunia 3 mil pessoas. Mas, pensando bem, quem vai ao estádio se por causa da má iluminação não se consegue ver a bola, a numeração nas camisas dos jogadores, onde não tem banheiro e a água mineral custa R$ 3,00? Em 2004, lembram?, havia uma propaganda política em que o prefeito licenciado, que nunca gostou de futebol, aparecia prometendo bom futebol para a cidade, com imagens do WD lotado…

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.