Discurso e prática

Carlos Roberto Pupin (PP) disse na reunião aos maçons, na última terça-feira, que ele tem vontade própria e é ele quem decide o que fazer na campanha. Mas, na contramão do que falou, ainda não sabe se vai ao debate de hoje à noite na RPC TV (Globo) por causa de um motivo simples: Ricardo Barros, coordenador-geral de sua campanha, ainda não decidiu se ele, Pupin, vai ou não.
PS – Barros, por motivos óbvios, reluta em liberar seu candidato para o debate. Teria tentado de tudo para evitar o debate e a entrevista com Verri, inclusive apelando a um personagem de alto coturno da área federal.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

14 pitacos em “Discurso e prática

  1. KKKK UM PAU MANDADO QUERENDO SE FAZER DE COITADO.
    TÁ NA CARA QUE SUA CANDIDATURA FOI MANIPULADA POR RICARDO BARROS TODO O TEMPO.
    E ELE O “BOBIM” INSITE EM QUERER CONVENCER A POPULAÇÃO QUE É INDEPENDENTE!!!! KKKK
    O FATO É QUE O RICARDO MANDA MESMO, E NÃO TEM JEITO, SE O “BOBIM” INSISTIR COM ESSA DE QUE O RICARDÃO NÃO VAI INTERVIR NA SUA ADMINISTRAÇÃO, CAPAZ CORRER O RISCO DELA NEM TERMINAR, AINDA MAIS SE O RICARDO FOR PRESO POR CONTA DAS DENUNCIAS DO MP NA SUA INTERVENÇÃO NA ADMINISTRAÇÃO(?) DO IRMÃO.

  2. Sem preocupação…Coloca um fraldão e Vamo que Vamo…Pode acontecer que no final não esteja tudo azul……

  3. Respeito os eleitores,mas se o Pupin não for no debate,os eleitores que são ético e que pretende votar no Pupin tem que avaliar seu voto,pois o Pupin tem medo de que?Maringa e a De.mocracia só ganha com o debate

  4. Paulo Vergueiro diz:

    Como profissional de Mrketing e a distância da coordenação da campanha do candidato PUPIN, (que aliás nem conheço pessoalmente) entendo que sua presença não é recomendada.

    A percecepção que se tem é seu opositor esta mais disposto a brigar do que debater e para isso teve 70 dias para mostrar suas propostas o que não consegui fazer.

    É como um time de futebol que perde por um grande diferença de gols, o árbitro da 3 minutos de acréscimo e o time perdedor reclama, berra, como se mais um minuto ou menos 1 minuto fizesse diferença.

    Ir lá para que? para ser surpreendido por mais mentiras (esta semana foram 7 ações do juíz eleitoral, entre retirada de propaganda, busca e apreensão)?

    NÃO VÁ PUPIN. Essa é uma posição, pessoal de alguém que, a distância acompanha as eleições. E esta posição não é de hoje, nem da semana passada, faz tempo que penso assim.

    O eleitor quer ver propostas e tempo para isso tiveram. Quem não fez, paciência, tenta daqui a 4 anos.

    Grato
    Paulo Vergueiro
    http://www.paulovergueiro.com

    • Sr. Paulo Vergueiro, por favor, não fuja ao debate como o seu apoiado, vamos discutir as questões de forma madura e democrática, me dirigi ao Sr. em dois posts e insiste e me ignorar, como uma pessoa que se diz profissional de Marketing não tem argumentos quando questionada? Me decepciona, pois nos leva a crer não ser tão ético como acredita que seja, estou colocando aqui novamente a minha postagem, pois quero crer que não a viu, caso contrário ficará estranho que só comente atacando e não debatendo idéias mesmo que sejam contrarias a sua, não fui desrespeitosa, não o ofendi, apenas usei argumentos para um dialogo, então, segue o meu comentário novamente:

  5. Como um cidadão vai votar em quem foge até do debate?
    Se ele foge agora, imagina se ganha a eleição? Como vai ser as soluções dos problemas? Ah já sei! É só mandar pro chefe azul.
    Isso me lembra uma música: “Ele fede, não luta e foge…Ele fede, não luta e foge…Ele fede, não luta e foge…Ele fede, não luta e foge…”

    AMARELÃO, FUJÃO, PAU MANDADO, OFFICE-BOY DA QUADRILHA AZUL!

  6. Vontade é o que ele mais tem. Mas de (boa)vontade e boas intenções, o inferno tá cheio. Não adianta nada ele ter vontade, quem manda nele não deixa fazer! Vida de marionete é assim mesmo, depois fica se queixando pros outros. Shame on you, Pupinóchio!

  7. O debate é para a população, para o eleitorado…. não importa se o outro ira ataca-lo com mentiras e tudo mais…. O debate é para população ver de fato e sem mascaras quem é seu candidato, como ele se sai de um confronto, como ele fala, se é equilibrado, se é inteligente e dinâmico, se fala firme e com convicção, se sabe e entende os problemas da cidade e como ira resolver.

    Esses são os principais objetivos do debate. Fazer programa de tv com milhões de assessores é fácil até um palhaço se sai bem, agora eu quero ver no cara a cara.
    Desistir de um debate só porque o adversário pode mentir e ataca-lo já é uma fraqueza perigosa. Como ele quer ser nosso prefeito e não consegue ir em um debate onde ele próprio se diz ter participado de uma prefeitura perfeita e progressista?

  8. Muito boa resposta bispo.

    É isso mesmo. Como já diz uma das belas canções dessa país:

    “Verás que um filho teu não foge à luta…”

    Quem tanto fala que é filho de Deus, que Deus isso, que Deus aquilo… não tem medo de mentira. Se é que são mentiras.

    Quanto ao senhor Paulo Vergueiro, o senhor pode entender de marketing, mas a vida… a vida é muito pior.

    Gostaria muito que o Pupim fosse ao debate. Gostaria muito que acontecesse o debate.
    Essa vai ser uma eleição muito apertada. Quem ganhar vai ganhar por pouco. Não escondo que preferia o Ênio. Mas a gente percebe uma faixa de eleitores cuja opinião ainda está muito volátil. Para esse grupo o debate seria importante.

    Um prefeito não precisa somente de propostas. Precisa saber enfrentar os problemas, encará-los de frente. Que não consegue, ou evita, encarar um debate, não sei se conseguiria encarar os problemas sérios que certamente atingirão Maringá.

  9. Será Obama ira fugir de algum debate?
    Será que daria as mesmas desculpas que nosso expert Vergueiro aconselha?
    Essa estratégia fraca, covarde, só existe aqui no Brasil onde politico nunca teve coragem de olhar olho no olho da população e prestar contas para ela?
    Gostaria que Paulo Vergueiro respondesse essa pergunta:

    No caso da ausência de Pupin como fica o eleitorado que gostaria de analisa-lo, escutar suas propostas ao vivo na real sem marqueteiro, sem produção e falas ensaiadas?

    • Paulo Vergueiro diz:

      Pois não. sem problemas.

      Primeiro que o eleitorado teve 70 dias para avaliar seus candidatos, portanto não há nada que eles possam fazer de maneira a surpeender o eleitor e tem um detalhe, elição a prefeito não é concuros de oratória.

      Podemos fazer algumas considerações entre o ambiente eleitoral americano e brasileiro. Pode ser, já que voce citou como referênci na discussão?

      No sistema amerciano, a democracia é exercida plenamente, de tal maneira que “ir votar” é uma decisão pessoal, já no Brasil a democracia resvala neste autoritarismo. O voto é obrigação.

      E por que isso é muito importante salientar?

      Porque lá a motivação das campanhas é despertar no eleitor o interesse em ir votar, enquanto aqui, já que voto é obrigatório, o foco é faze-lo pensar no candidato diretamente.

      Continuamos a entender as diferenças de ambiente: lá, qualquer denúncia, ofensa, acusação, sem provas concretas é capaz de resultar imediatamente em impedimento do candidato, com um detalhe, aqui, precisa haver a denúncia ao juíz eleitoral por parte de alguém, lá a própria justiça eleitoral acompanha ” as falas, pronunciamentos e comportamentos” dos candidatos, bastanto então ao juíz entender que há algo errado para uma das partes ter que responder judicialmente.

      Ao contrário daqui as penas lá, são imediatas e duras, então ninguém se arrisca, aqui a morosidade da justiça permite que aquele que ataca sobre qualquer fundamento fique impune ate a eleição ter acabado, como é o presente momento.

      Finalizando, a segurança insittucional e o quadro politico americano, impede que um candidato vá a um debate com intuito único de “vencer” o adversário, com base em agressões, ofensas e denuncias vazias. Se fizer isso é ele que estara fora. E estara mesmo. Aqui não.

      Para encerrar, por conta deste desnível de cenário é comum no BRasil, os candiatos se ausentarem nos debates, como recurso extremado a fim de evitar “briga” e não debate.

      Não podemos, sob nenhuma desculpa, nem sermos hipócritas de se falar em “democracia” no último minuto da prorrogação.

      No nosso caso, a sensibilidade que se tem é que, um dos candidatos estando a frente de tal forma, que não justifica sua exposiçaõ, já que tiveram tempo suficiente para mostrar o que desejam.

      Por analogia, e com todo respeito, o jogo esta 4×0 e não será mais dois minutos de prorrogação que mudará o resultado.

      Asseguro-lhe, como profissional de Marketing (fiz várias campanhas nacionais inclusive), este não é o momento adequado para este tipo de exposição, lamento mas sou sincero.

      Lula também se ausentou e quando estava a frente de Collor, teve a inocência de ir ao debate no segundo turno e tomou uma denúncia (injusta e sem fundamento) mas bem montada que o derrotou.

      Esta é a realidade. A competição esta em andamento e os candidatos querem vencê-la, seus eleitores foram ampla e fartamente alimentados de propostas, acusações e denuncias, de ambas as partes, então é justa a decisão de não ir.

      Brasil é Brasil, Estados Unidos é Estados Unidos e nesta questão eles estão 897 anos na nossa frente.

      Inclua a justiça eleitoral como lá, e elimine a obrigatoriedade dos votos, para ver se o nível das campanhas cresce ou não.

      Por enquanto as regras são essas
      Grato
      Paulo Vergueiro

      • Paulo Vergueiro, vai deixar de me responder porque? Porque sou mulher? Você é machista? O que preciso fazer para que venha ao dialogo sem blá.blá,blá? Pois já vi que a educação não funciona, só responde quando está nervoso e sem nenhuma concistência, lamentável… se depois desta continuar me ignorando, não vou mais achar nada, vou ter certeza que infelizmente não usa sua inteligência (que é bastante seletiva) para o bem comum que tanto apregoa, e sim para garantir uma “boquinha” na administração que acha que irá ganhar, que pena… cansei voce é muito limitado, boa noite e vamos ao debate na globo, ou a entrevista visto que a mania de fujir ao confronto está fazendo escola…

Deixe seu pitaco