Decretada prisão do prefeito de Maragogi

O prefeito de Maragogi (AL), Marcos Madeira (PTB), teve sua prisão preventiva decretada agora há pouco, pelo desembargador Otávio Praxedes, do Tribunal de Justiça de Alagoas. Na última semana, o Ministério Público do Estado solicitou ao TJ a prisão do prefeito, que é suspeito de desviar mais de R$ 2,5 milhões dos cofres públicos. Maragogi é cidade muito conhecida de maringaenses. Matéria de Natália Souza, no G1, informa que, além do prefeito, também foram decretadas as prisões da auxiliar de contabilidade, Marileide Lima, Rosineide J. De Oliveira, ocupante de tesoureiro – em 2010 e 2011, o tesoureiro – a partir de 2009, Maurício Henrique Santos Silva, e o integrante da comissão permanente de licitação, Marcondes Antônio Dias Viana, pela prática de dispensa ilegal de licitação, falsidade ideológica, usos de documentos falsos, formação de quadrilha e peculato furto. Leia mais.