Suspeitos de tortura são presos

A Justiça da comarca de Colombo deferiu, na tarde de hoje, o afastamento do cargo de 10 policiais civis e a prisão de 14 pessoas, entre elas, dez policiais civis, um soldado da Polícia Militar, um auxiliar de carceragem, um guarda municipal e um preso de confiança. Eles são acusados de envolvimento nas denúncias de tortura aos quatro rapazes presos por suspeita de envolvimento na morte da adolescente Tayná Adriane da Silva, de 14 anos. Os pedidos de prisão foram protocolados na última segunda-feira pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado, em conjunto com a Corregedoria da Polícia Civil do Paraná. Um dos 15 pedidos feitos foi indeferido pela Justiça. Ele refere-se a um dos policiais civis, que teve decretado o afastamento do cargo. Os mandados de prisão referentes aos 10 policiais civis serão cumpridos pela Corregedoria-Geral da Polícia. Os demais estão a cargo do Gaeco. (MP-PR)

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.