Só enfeite

Uma reunião realizada ontem na Prefeitura de Maringá (aqui) para discutir recicláveis dá bem a importância da Secretaria de Saneamento Básico, de Alberto Abraão, no governo Pupin/Barros: praticamente zero. Abraão vinha defendendo as cooperativas, enquanto o secretário de Meio Ambiente, Umberto Crispim – que, a julgar pelo release da secretaria de Ravagnani mudou o nome para Humberto -, tem uma queda pela Transresíduos. Participaram da reunião quatro secretários, menos Alberto.
Aliás, nem nas coisas diretamente ligadas à sua pasta – como a drenagem do Horto Florestal e do Bosque Dois – ele é ouvido. Como resumiu um colega, é como se fosse um bibelô na prateleira da sala: só enfeite, embora a pequena estrutura pese no bolso do contribuinte.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.