Não me convenceu

Tenho dúvidas sobre a autenticidade desta nota de esclarecimento, que teria sido divulgada pela Avio. A nota não me convenceu. Parece ter sido elaborada por uma terceira pessoa, nunca por Luigino Fiocco. Os termos são muito próprios de desmentido de político flagrando em alguma situação pouco republicana. Sem o menor comprometimento do governo, nem do erário? Então por que Pupin já falou em desapropriação de uma área? A empresa tem um proprietário? Não é um presidente? Repito: Esta nota não me convenceu. Parece mais falsa que nota de R$ 3,00, em relação à origem. Parece ter sido gerada aqui em Maringá mesmo.
Akino Maringá, colaborador

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.