Caso Jonathan: TJ-PR nega recurso

A 9ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça negou recurso da Associação Beneficente Bom Samaritano (Hospital Santa Rita) e manteve decisão da 5ª Vara Cível que determina a prestação de atendimento ao garoto Jonathan. A decisão que rejeitou os embargos de declaração, que tem como relator o juiz substituto Horácio Ribas Teixeira, é do último dia 3 e foi publicada no último dia 9. Ele já havia negado a liminar em agosto. Jonathan Lourenço Batista Filho necessita do acompanhamento de nove especialistas em pediatria que trabalham visando diminuir o grau de sequelas. A Prefeitura de Maringá, apesar de notificada, ainda não procedeu a apuração do ocorrido, requerido através de processo administrativo, já que o atendimento deu-se mediante o plano de saúde dos servidores públicos municipais.

Hoje, por sinal, está marcada nova licitação e uma solicitação de desobediência civil foi feita junto ao Gaeco.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.