Funcionalismo: reunião foi ‘tensa’

O índice de reposição salarial e o vale alimentação tendem a ser o maior problema na negociação da campanha salarial 2014 do funcionalismo público maringaense. O Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Maringá classificou a primeira reunião, realizada ontem, de tensa. O prefeito Carlos Roberto Pupin (PP) nomeou uma comissão formada por três pessoas nas quais confia muito – José Luiz Bovo, o primeiro com quem se atritou ao assumir a prefeitura; Gilmar Benkendorff, que pretendia dispensar em dezembro e não deixaram; e Luiz Carlos Manzato, que só obedece a Ricardo Barros. O Sismar afirma que todos os servidores devem comparecer às assembleias, “pressionando a administração para conquistarmos as pautas que reivindicamos”. A próxima acontece dia 7, às 18h, na câmara municipal.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.