Lava Jato chega a nome conhecido

youssefA Operação Lava Jato, realizada na manhã de hoje pela Polícia Federal, desbaratinou organizações que tinham como finalidade a lavagem de dinheiro em diversos estados brasileiros, e que teriam feito operações financeiras num valor que supera os R$ 10 bilhões. A operação contou com a participação de aproximadamente 400 policiais federais que deram cumprimento a 81 mandados de busca e apreensão, 18 mandados de prisão preventiva, 10 mandados de prisão temporária e 19 mandados de condução coercitiva, em 17 cidades, incluindo Curitiba, São José dos Pinhais, Londrina e Foz do Iguaçu. Um dos cabeças do esquema é velho conhecido dos maringaenses: o doleiro londrinense Alberto Youssef (foto), que já puxou alguns meses de cadeira por conta do escândalo Banestado e foi condenado por ter lavado mais de R$ 600 mil repassados por Luiz Antonio Paolicchi, ex-secretário de Fazenda de Maringá. O material apreendido hoje pode revelar nomes de traficantes e de políticos envolvidos com o doleiro.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.