‘Trem da alegria’ dos cartórios é aprovado em primeiro turno

Deputados2

A Câmara Federal aprovou ontem em primeira discussão uma das propostas de emenda constitucional mais polêmicas dos últimos anos, a PEC que torna definitivamente titulares de cartórios os interinos que não fizeram concurso público. O “trem da alegria” foi aprovado por 333 votos favoráveis, contra 133 votos contrários e vai beneficiar 4.576 dos 13.785 cartórios brasileiros, ocupados por interinos não concursados. O Conselho Nacional de Justiça é contra a PEC, que, se for aprovada pelas duas casas, irá assegurar cargo vitalício para quem exerceu as funções durante o período sem regulamentação, de 1988 a 1994.
Dos deputados federais por Maringá, Luiz Nishimori (PR), Edmar Arruda (PSC) e Enio Verri (PT) votaram a favor; Ricardo Barros (PP) votou contra.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.