Momentos de turbulência

Padre Alessandro

A carreira artística do padre-cantor Alessandro Campos, que cantou na Expoingá do ano passado no aniversário de Maringá, passa por momentos conturbados. Em 2015 ele brigou com o empresário Leonardo Azevedo, por quebra de contrato; pede na justiça uma indenização de R$ 9,2 milhões. Além disso e deixou a TV Aparecida, onde apresentava o programa “Aparecida Sertaneja”, e ficou conhecido por falar “arruma essa merda aqui” quando arrumava o microfone de lapela de uma convidada. O padre sertanejo deverá ir para a Rede Vida, mas ainda não tem data para estrear.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.