Alerta na aviação

Na semana passada o deputado estadual Chico Brasileiro (PSD) falou da tribuna da Assembleia Legislativa do Paraná algo que deveria preocupar as autoridades maringaenses.
Ele alertou para a crise nas grandes empresas de aviação, por causa do aumento no ICMS do combustível. Segundo ele, quem consultar a internet não encontra mais para abril voos diretos Foz do Iguaçu-Curitiba. “Também estão sendo retirados voos diretos Curitiba-Maringá, Curitiba-Londrina, Curitiba-Cascavel”, acrescentou.

Ele explicou que houve um aumento de 50%, de 12% para 18% no combustível da aviação, “mas em compensação tivemos uma redução do número de litros vendidos, de milhões de litros vendidos para esse setor que vinha crescendo em uma média de 10% ao ano e, a partir de abril de 2015, passou a ter uma queda, de abril, de 12%, 15%, 13% e assim sucessivamente, e chegou a cair até 20% a venda de combustível da aviação. Ou seja, se esse item vinha crescendo 10%, após o aumento de impostos ele passou a cair 20%, e além das consequências que estamos tendo no setor do turismo, porque as empresas de aviação estão anunciando a suspensão de voos, principalmente voos entre os grandes municípios do Paraná, como Curitiba-Foz do Iguaçu, Curitiba-Maringá, Curitiba-Londrina, Curitiba-Cascavel. Ou seja, além da redução da venda em torno de 20%, teremos uma redução do número de turistas para esses pontos turísticos do Paraná. Menos turistas menos vendas, menos arrecadação, mais desemprego”, disse ele durante audiência pública com o secretário de Fazenda do Paraná, Mauro Ricardo Costa.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

Deixe seu pitaco