PT perde quase metade dos políticos eleitos no PR em 2012

A informação está na Gazeta do Povo de hoje, em reportagem de Chico Marés: no Paraná, o Partido dos Trabalhadores teve 19 prefeitos e 156 vereadores que se filiaram a outras siglas, perdendo quase a metade dos ocupantes de cargos eletivo em pouco mais de três anos.
“Dos 40 municípios onde o PT elegeu prefeito, cinco tem mais de 50 mil habitantes. No maior deles, Apucarana, o prefeito Beto Preto deixou o partido para se filiar ao PSD – mesmo caminho tomado pelo prefeito de Campo Largo, Affonso Portugal Guimarães. Já Odilon Burgath, de Irati, se filiou ao PDT.

Por outro lado, Luizão Goulart, de Pinhais, segue filiado ao partido. Em 2012, ele foi reeleito com 93% dos votos – e se cacifou como possível candidato a voos maiores dentro do partido. Pedro Ivo Ilik, de União da Vitória, também segue no PT. (…) Ao contrário de outros estados, além de vereadores e prefeitos, o PT paranaense perdeu também metade de sua bancada de deputados federais. Assis do Couto se filiou ao PDT e Toninho Wandscheer se filiou ao Pros. A bancada de deputados estaduais continua a mesma”.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.