A farra dos assessores

torneira

A informação de que um Assessor IV, oficialmente afastado por doença, estava panfletando para o candidato Silvio Barros, nos faz lembrar que o Akino Maringá fez diversas postagens denunciando uma verdadeira farra com dinheiro público, envolvendo cargos chamados assessores I, II, II e IV, nomeados pela administração Barros Pupin, como esta e aqui.


Estamos apurando quanto são atualmente, mas podemos afirmar, sem medo de errar, que é um absurdo, desvio de dinheiro público, para pagamento de cabos eleitorais e apadrinhados.
Alino Rebouças, colaborador interino

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.