Mário Hossokawa nega ser o candidato do ministro da Saúde

06/12 - Parceria TV Sinal / Assembleia Legislativa e Câmara de Maringá

O vereador eleito Mário Hossokawa (PP) nega que seja o candidato a presidente da Câmara de Maringá apoiado pelo ministro da Saúde, Ricardo Barros (PP).
“Isso não existe”, disse, referindo-se aos boatos que circulam em algumas mídias, e que, segundo ele, só servem para tumultuar o processo.


Hossokawa disse que o próprio deputado federal licenciado informou que não vai interferir no processo de escolha, que acontecerá no primeiro dia de janeiro de 2017. Ele acredita que nem o prefeito eleito pretende tomar parte da escolha, que ficará restrita aos 15 vereadores eleitos este ano.
Ele lembrou que, quando presidente do Legislativo, realizou gestões que buscaram sempre o bem público, com a implantação de medidas que resultaram em melhorias funcionais e economia ao erário. Por isso, acrescenta, tem bom relacionamento com vereadores de todos os partidos. Hossokawa, por sinal, defende que todos os partidos, na medida do possível, estejam representados na mesa diretora. “É democrático, é bom para o Legislativo e para a cidade”, comentou.
Mário Hossokawa, que não se reelegeu em 2012 apesar da grande votação, por causa do cociente eleitoral, acredita que voltar a ser vereador na legislatura 2017-2020 significa que a população aprovou sua forma de agir, e que, além de renovação, buscou competência.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.