Segurança tortura amiga da ex-mulher com ferro elétrico

Queimaduras

Uma mulher de 20 anos teve partes do corpo queimadas por um ferro de passar roupa, hoje de manhã no Jardim América, em Maringá. A Polícia Militar prendeu um segurança de 35 anos, suspeito da agressão.
Ele queria conversar com a ex-mulher, e como ela não estava em casa resolveu queimar a amiga, enviando fotos por celular para a ex. Ele será autuado por cárcere privado, tortura, lesão corporal e na Lei Maria da Penha. Saiba mais.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.