Hoje à tarde tem protesto por isenção de pedágio

tarifa zero

Acontece hoje, a partir de 13h30, a primeira manifestação do Movimento Rolândia/Arapongas Tarifa Zero, criado há quase dois meses para pressionar a concessionária Viapar, administradora da praça de pedágio localizada na BR-369, entre os dois municípios, a conceder isenção na tarifa para os motoristas passam diariamente pelo local.

O conjunto é formado por vereadores, empresários, profissionais liberais e moradores. A insatisfação aumentou depois que a empresa fechou um dos acessos alternativos, conhecido como Estrada do Ceboleiro.
Os manifestantes vão se dividir em dois grupos, um irá se encontrar em um posto de combustíveis próximo à via rural, em Rolândia, enquanto o outro começará a passeata em Arapongas. O movimento confirmou que as autoridades presentes farão discursos contra o preço cobrado atualmente no pedágio, hoje em R$ 8,20. Entre a ida e volta, cada condutor gasta R$ 16,40.
Dois requerimentos protocolados na Câmara Municipal de Rolândia pediam que a prefeitura municipal revisse o termo de cooperação firmado com a Viapar. A sugestão era que, através de um suposto acordo, a cidade tivesse a obrigação de fechar rotas paralelas, e não a concessionária. Na época, após ser procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa da administração informou que não tinha conhecimento do assunto. (Via Rafael Machado/Bonde)

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.