Passeio público interrompido

Calçada

Na esquina das ruas Neo Martins com Basílio Sautchuck, a poucas quadras da Prefeitura de Maringá, uma irregularidade tipificada na legislação municipal: a obra de ampliação

de um shopping, que utiliza o passeio público para depósito de pedras e materiais de construção.
Leitor diz que a prática é comum por lá, o que obriga os transeuntes a passar pela movimentada via pública.
PS – A postagem informou erroneamente que se tratava de obra do Colégio Anglo, pois no tapume há uma placa do estabelecimento. O blog recebeu a informação de que o incômodo durou poucos minutos.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.