Rua Luiz Gama

Luiz Gama

Por Marco Antonio Deprá:

A rua que homenageia o baiano, negro, escravo, advogado, abolicionista, jornalista e escritor Luís Gonzaga Pinto da Gama, ou simplesmente Luís Gama, tem uma característica que a torna peculiar – é a única rua circular de Maringá.
O nome do homenageado foi grafado erroneamente no mapa original da cidade: Luiz com “z” ao invés de “s”.
Com cerca de 1.000 metros de extensão, grande parte da rua está localizada na Zona 4. Apenas o pequeno trecho da rua entre as avenidas Tiradentes e Cidade de Leiria divide as Zonas 1 e 4.

Rua Luiz Gama

A rua Luiz Gama passa por outras ruas que também homenageiam figuras ligadas à escravatura e ao movimento abolicionista brasileiros, como as ruas José de Alencar, Rodrigo Silva e José do Patrocínio, além da antiga avenida Abolição, atual Cidade de Leiria.
Sua primeira numeração é o 57, do Edifício Humanari. A última é o 933, de um pequeno prédio que abriga uma clínica odontológica, uma empresa de embalagens e um apartamento.
Com início na avenida Tiradentes, a rua passa pela rua Luiz de Camões, de apenas um quadra, antigamente denominada rua Tibiriçá em homenagem ao importante líder indígena tupiniquim dos primórdios da colonização portuguesa no Brasil.
Em seguida, cruza a avenida Cidade de Leiria (antiga avenida Abolição) e passa pela rua que homenageia o escritor, político e escravocrata José de Alencar.
Ainda atravessa as avenidas Curitiba e Rio Branco e a rua Rodrigo Silva, que homenageia o conselheiro do Império, autor e coassinante da Lei Áurea.
Na sequência, passa pela Rua José do Patrocínio, que homenageia o negro, farmacêutico, jornalista, escritor, político, republicano e abolicionista José Carlos do Patrocínio.
Antes de chegar novamente à avenida Tiradentes, a Rua Luiz Gama passa pela pequena Travessa 1, que a liga à Avenida Nóbrega e ao Bosque Dois, situado a pouco mais de 50 metros de distância.
Além de permitir um passeio pela história do Brasil, a Rua Luiz Gama abriga uma série de estabelecimentos de saúde, como clínicas médicas e odontológicas, a Maternidade Santa Rita, instalada no prédio do antigo Hospital Brasília na esquina com a avenida Rio Branco e o Centro
de Oncologia e Radioterapia Sant´Ana, na equina com a avenida Tiradentes.
A Luiz Gama também é um importante ponto gastronômico da cidade. Já abrigou o antigo Restaurante Don Peponi, hoje funcionando na Zona 5. Atualmente a rua abriga o Buena Vista Bistrô e a Pizzaria Pepperoni, na esquina com a avenida Rio Branco. Recentemente, o renomado Barolo Trattoria instalou-se na cidade. No entanto, infelizmente, a empresa curitibana desfigurou um edifício histórico da cidade para abrigar sua mais nova filial. Trata-se da Vivenda Antonieta, primeira residência de alvenaria de Maringá, localizada na esquina com
a rua Luiz de Camões. Construída entre 1949 e 1954 por Milton Gonçalves Campos, agente de terras da Companhia de Terras Norte do Paraná – CTNP, a casa homenageia a esposa do proprietário, Antonieta Zorzi Campos. Neste mesmo prédio funcionaram outros restaurantes, como o Baco, que não fez grandes intervenções na construção original.
A educação também faz parte da história da rua Luiz Gama. Por alguns anos, desde 1959, na esquina com a avenida Curitiba, funcionou o Colégio Nossa Senhora da Glória, responsável pela educação de meninas. Ali também foi sede da Juventude Estudantil Católica – JEC e da
Obra do Berço, entidade de apoio a mães e bebês. Desde 1962, o Colégio Adventista de Maringá funciona na esquina com a Travessa 1. Mas recentemente, passou a funcionar na Rua Luiz Gama, nº 785, o Centro Municipal de Educação Infantil Maria de Lourdes Batista
Vale Bom, inaugurado em 9 de outubro de 2015.
Atualmente, na rua Luiz Gama há apenas duas construções em madeira: uma casa bem conservada ao lado da Maternidade Santa Rita; e outra vazia na esquina com a rua José do Patrocínio que está com os dias contados, pois uma placa informa que em breve um novo empreendimento será construído no terreno. Há ainda poucos terrenos vazios, a maioria sendo usada como estacionamento de veículos.
Existem somente três prédios altos na rua Luiz Gama: o Edifício Humanari, na Zona 4, e os edifícios Araucária e Belle Ville Boulervard, na Zona 1.
Duas construções enfeiam a rua Luiz Gama, pois suas obras estão paralisadas há anos. Uma na esquina com a avenida Curitiba, cujas obras foram retomadas recentemente. A outra ocupa quase meia quadra entre a Praça Manoel Ribas e as ruas José do Patrocínio e Luiz Gama.
Trata-se do Las Vegas Shopping, lançado em 1994 e inconcluso até hoje.
A rua Luiz Gama também abriga desde 1959 o Centro Comercial Tiradentes, na esquina com a avenida Tiradentes, um dos estabelecimentos comerciais mais importantes e antigos da cidade.
Por fim, a Luiz Gama abriga desde 1964 o Centro Português de Maringá, localizado na esquina da antiga rua Tibiriçá, atual Luiz de Camões. O clube é um importante ícone da Colônia Portuguesa que tanto contribuiu para o desenvolvimento econômico, social e cultural da Cidade-Canção.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.