UEL envia dados ao Meta4

A reitora da Universidade Estadual de Londrina, Berenice Jordão, decidiu enviar os dados da folha de pagamento ao sistema informatizado de gestão de pessoal RH Paraná Meta4, que deverá fazer o controle da folha de pagamento dos servidores.

Segundo Vítor Ogawa e Viviani Costa, da Folha de Londrina, a decisão coincide com a decisão da 3ª Vara da Fazenda Pública do Foro Central de Curitiba, que determinou multa de R$ 500 aos reitores da UEL e da UEM por cada cada dia de descumprimento da não entrega de documentos relacionados a vantagens e descontos. Nota divulgada ontem à noite pela UEM não fala no envio de dados para o Meta4; ao contrário, informa que a instituição não foi notificada da decisão e que, sendo, irá recorrer.
“Não conhecíamos a decisão judicial quando informamos a tomada da decisão de encaminhar os documentos ao sistema Meta 4 durante reunião do Conselho Universitário. Quando recebemos a decisão liminar, ela foi lida na reunião para fazer o informe. A decisão de encaminhar os documentos foi da reitoria. Não houve votação do conselho diante da urgência e da ameaça e do risco de mais de cinco mil famílias vinculadas à UEL ficarem sem salário”, argumentou Jordão.
Questionada se a universidade perdeu a queda de braço com o governo, a reitora respondeu que há uma discussão maior do que esta. Segundo ela, o envio dos dados não significa a adesão ao Meta4. “Isto está sendo encaminhado por outras vias, inclusive por meios judiciais, cujo mérito ainda não foi julgado. O que nós precisamos garantir é que esses dados, quaisquer que sejam eles, respeitem a autonomia da instituição. Se o processamento precisa ser feito por um sistema único, agora o Estado tem essa possibilidade, mas precisa respeitar as decisões tomadas pela própria instituição dentro da capacidade de autonomia que é garantida pelas leis maiores e pela própria Constituição”, afirmou Jordão. Leia mais.