Professores da UEM são punidos por assédio sexual contra alunas

Dois professores do Departamento de História da Universidade Estadual de Maringá, informa Ederson Hising, do G1, foram punidos com repreensão e suspensão por assédio sexual contra alunas, conforme portaria divulgada hoje.

A portaria, obtida com exclusividade pelo G1, pune Itamar Flávio da Silveira com a pena de repreensão (falta disciplinar de natureza leve) e Moacir José da Silva com suspensão por 90 dias, sem remuneração. O caso foi denunciado primeiramente neste modesto blog. Na formatura deste ano houve cobrança do resultado do procedimento interno (foto).
O reitor da UEM, Mauro Baesso, responsável pela definição das sanções, acatou parcialmente o relatório final da comissão, diz o texto do G1. A comissão sugeriu que Itamar recebesse suspensão por 90 dias, sem remuneração, e que Moacir fosse demitido do quadro de servidores da instituição. As punições, conforme o estatuto dos servidores, vão de advertência ao corte da aposentadoria (leia mais).
Confira o resultado do processo aqui.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.