Governadora nomeia outro ex-secretário maringaense que teve bens bloqueados pela justiça

A governadora Cida Borghetti, que dará nova posse ao secretário de Saúde, Antonio Carlos Nardi, hoje pela manhã na Acim – uma espécie de posto avançado da gestão de 9 meses da família Barros à frente do governo do Paraná -, nomeou ontem outro maringaense em cargo comissionado.

Fernando Antonio Maia Camargo, que terminou a administração Pupin como superintendente da SBMG, agora é diretor-geral da Paraná Edificações.
Assim como o secretário de Desenvolvimento Urbano, Silvio Barros II, Fernando Camargo teve os bens indisponibilizados em duas ações civis públicas por improbidade administrativa ajuizadas pelo Ministério Público Estadual em Maringá, uma na época em que estava à frente da Urbamar e a outra envolvendo o Sistema Pri Engenharia, no caso que ficou conhecido como a Lava Jato maringaense.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.