Observatório de Morretes desfilia-se do Sistema Observatório do Brasil

O Observatório Social de Morretes, no litoral paranaense, oficializou na semana passada sua desfiliação do chamado Sistema Observatório do Brasil.

A decisão foi tomada em assembleia geral extraordinária realizada no último dia 4, “em razão de proposição do Conselho de Administração”, segundo ofício enviado pela presidente Sônia Regina Carzino ao presidente do Observatório do Brasil, Ney da Nóbrega Ribas.
Desta forma a ONG passou a se chamar Observatório de Morretes e promoveu-se alteração no estatuto, incluindo a alteração da nomenclatura junto a Receita federal, exclusão do uso da logomarca padrão OSB e comunicação da alteração aos órgãos oficiais com quem a entidade mantém relacionamentos.
O Observatório do Brasil tem raízes em Maringá, criado por um empresário que hoje é sócio do deputado federal Ricardo Barros, que foi vice-líder de FHC, Lula e Dilma e ministro de Michel Temer.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.