Resultado da corrupção

Um pouco assustado com os reflexos da paralisação dos caminhoneiros, pensei que o preço dos combustíveis, alto, exagerado, com impostos embutidos e fórmula de reajustes, necessária para manter a saúde financeira da Petrobras, é resultado da corrupção e do verdeiro assalto que foi vítima a estatal.

O PP assumiu uma parte, do PMDB outra, o PT comandando, e foi a saída alternativa ao mensalão, de se utilizava da publicidade. Mas não foram só esses partidos, outros, em escala menor, se beneficiaram do esquema e o resultado foi quase a quebra da maior empresa estatal do país.
Fica o exemplo para o eleitor. Não reelejamos envolvidos em processos na Lava Jato. Não votemos em corruptos, sabidamente, mesmo os que não foram alcançados, ainda (parecem ter o corpo fechado).
Akino Maringá, colaborador

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.