Crispim deixa a Sanepar, mas volta

O presidente do PMDB de Maringá, Umberto de Araújo Crispim, será exonerado hoje, mas voltará em seguida ao cargo comissionado que ocupa na Sanepar, que assumiu há um mês, no governo da família Barros.

Ele será exonerado do cargo que ocupa de consultor estratégico na companhia. Por determinação do Tribunal de Justiça, diante de ação civil pública movida pelo Ministério Público Estadual, a Sanepar terá que demitir nesta quinta-feira os 34 consultores estratégicos.
Crispim, porém, escapa de perder a boquinha no governo do PP. Ele será nomeado na Casa Civil e cedido para a Sanepar. Uma estratégia para continuar no cargo de gerente regional noroeste.
O presidente do PMDB tem usado o cargo, obviamente, para fazer política, principalmente em municípios da região. Dias atrás ele esteve no escritório do empresário Valdemar Dellatorre, de Paranavaí, pré-candidato a deputado federal pelo partido, como se vê na foto.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.