Em Paiçandu, só um vereador votou pela rejeição das contas do prefeito

Aconteceu em Paiçandu o que se viu em Paranavaí: os vereadores aprovaram as contas do prefeito mesmo com a constatação de irregularidades apontadas pelo Tribunal de Contas do Paraná. Nas duas cidades, pelo jeito, os poderes são independentes de mentirinha.

No caso de Paiçandu, a aprovação deu-se em primeira discussão, na última terça-feira. Dos nove vereadores, apenas um vereador (Adenísio José da Silva, do PMN, vice-presidente da casa) acompanhou o parecer do TCE. Os demais vereadores, além de cumprirem mal o papel de legisladores, parecem ter esquecido que foi a subserviência da antiga legislatura que levou a uma renovação quase total daquele Legislativo.
As contas de 2013 do prefeito Tarcísio dos Reis (PT) receberam parecer prévio pela irregularidade em virtude da falta de repasse de contribuições retidas de servidores para o INSS, além de ressalva por causa da contabilização equivocada das cotas-partes do ICMS e IPVA. No julgamento das contas pelo TCE, em março passado, decidiu-se por uma multa ao prefeito e o encaminhamento de cópia ao Ministério da Previdência Social, “para conhecimento e adoção das medidas que entender cabíveis no âmbito de suas competências”.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.