Crise na Assembleia de Deus: Ministério Público ouve presidente da Ieadcemar na quinta-feira

O presidente da Igreja Assembleia de Deus do Campo Eclesiástico de Maringá, pastor Robson Brito (foto), será ouvido na quinta-feira à tarde pelo promotor de justiça Maurício Kalache, da 6ª Promotoria de Justiça, sobre a crise na Ieadcemar.

Com uma dívida de mais de uma dezena de milhões de reais, a Assembleia de Deus está perdendo patrimônio em Maringá, com imóveis indo a leilões. A situação tem provocada a saída de fiéis. O mais recente atrito envolveu Brito e a AD do Jardim Universo, quando o pastor foi tirado do comando da igreja por supostamente ter criticado a Ieadcemar. Ele teria chegado àquela igreja, há pouco mais de uma semana, acompanhado de seguranças armados.
Do encontro com o promotor participarão também membros da Cieadep, que é o órgão estadual das Igrejas Evangélicas Assembleias de Deus, com sede em Curitiba.
Mais detalhes, em breve.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.