Presidente do Pros se entrega

De Renato Souza, do Correio Braziliense:

Foragido desde a semana passada, o presidente do Pros, Eurípedes Júnior, se apresentou à Polícia Federal, em Brasília, na manhã desta terça-feira.

Ele foi alvo da Operação Partialis, deflagrada para combater o desvio de recursos públicos na aquisição de gases medicinais em Brasília e no Pará. De acordo com a PF, os envolvidos no esquema investigado pela operação desviaram R$ 2 milhões em contratos com o setor público.
Segundo uma fonte da PF, ele se apresentou com os advogados, com a expectativa de ser solto logo após ser ouvido pelo delegado que acompanha o caso. Isso porque, de acordo com o artigo 236 do Código Eleitoral (Lei 4.737), “nenhuma autoridade poderá, desde 5 (cinco) dias antes e até 48 (quarenta e oito) horas depois do encerramento da eleição, prender ou deter qualquer eleitor, salvo em flagrante delito ou em virtude de sentença criminal condenatória por crime inafiançável, ou, ainda, por desrespeito a salvo-conduto”. Leia mais.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.