Contra

De Zé Beto:

A Gazetona bolsonarou em editorial. Tá escrito lá, em destaque: “A oportunidade de negar ao petismo a possibilidade de voltar à Presidência não pode ser desperdiçada”.

Cada um, cada um, mas acreditar que a eleição de amanhã é “uma chance para consertar o estrago”, como berra o título, é o mesmo que jogar água benta em buraco de bala que estraçalhou músculos e ossos – e achar que isso pode salvar o ferido. O PT conseguiu a façanha de enganar milhões, se melar na podridão da corrupção utilizando os mesmos métodos de quem criticava antes. Também liberou uma coisa que não sabemos ser monstro, porque o coiso é isso aí mesmo. Pior: colocou o país na situação clássica do se ficar o bicho pega, se correr o bicho come, mantendo a cara de pau e a desfaçatez de que não tem nada a ver com isso na história recente. Nunca é demais lembrar, contudo, que o hospício chamado Brasil foi inaugurado há 518 anos, sobreviveu a toda espécie de roubos, enganações, massacres das mais variadas formas, ditaduras, malucos com caspas nos ombros, bêbados, cocainômanos como presidentes, etc. O que se apresenta no atual circo de horrores, infelizmente não indica mudança nenhuma, mesmo porque o provável futuro presidente já está cercado da gangue dos mesmos. Sem saída? A coisa boa é que o país não acaba, apesar do constante esforço para tal. Quem assina embaixo o apoio a um dos lados nesta guerra de aloprados, exerce, sim, o sagrado direito democrático. Mas quem não vai fazer isso, por convicção e que carregam na alma o peso de ter acreditado e se lascado em situações semelhantes, exercem o direito de ser contra, mesmo porque, pra começar evitam os cordões formados por “maria vai com as outras”. O discernimento e a crítica, ao contrário do que pensam os que gritam e xingam pela internet, só ajuda, ao contrário da bajulação inconsequente.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

2 pitacos em “Contra

  1. Quem enganou?éssa foi a política mais mentirosa da história,nunca antes tinha um candidato se escondido atrás da mentira.

  2. Depois de 1945, quando a Alemanha perdeu a Segunda Guerra Mundial, ficou destruída e o líder que levou milhões de pessoas à morte nos campos de concentração já estava morto, ninguém queria se responsabilizar por sua chegada ao poder. Pelo menos temos registrado o posicionamento desse jornal e vamos trabalhar para que a barbárie não se repita entre nós.

Deixe seu pitaco