PMs presos ontem pelo Gaeco levaram objetos de comerciante

A propósito das prisões de três pessoas pelo Gaeco de Maringá, na manhã de ontem, o blog, que vinha tentando desde então obter dados do ocorrido, soube que o núcleo local do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado recebeu denúncia no último dia 7.

A denúncia era de que supostos policiais militares da reserva teriam chegado a um açougue para cobrança de dívida. Sem autorização do proprietário, que não pagou a dívida, os dois PMs levaram vários objetos, incluindo botijões, assadores e serras. Eles avisaram que voltariam ao estabelecimento nesta quinta-feira, para cobrar o restante da dívida.
Diligências confirmaram que os acusados era, o ex-vereador João Batista da Silva e o cabo Claudio Aparecido dos Santos (ambos na foto acima), o Amendoim, além do civil Fabiano Batista, que chegaram ao local em dois veículos. Confirmados que eles eram os mesmos que estiveram no açougue no dia 7, eles foram conduzidos ao Gaeco. O auto de prisão em flagrante aponta crimes de coação e exercício arbitrário das próprias razões e, no caso do ex-vereador, porte ilegal de munição.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.