Começou

Dez dos 30 deputados federais pelo Paraná já começaram a gastar a cota para o exercício da atividade parlamentar, doze dias após o início da legislatura. Foram gastos R$ 8.961,46, sendo R$ 6.912,73 com combustíveis e lubrificantes.

O deputado federal Giacobo (foto), conhecido por ter ganhado 12 vezes na loteria, foi o que mais gastou: R$ 6.087,40, sendo R$ 6 mil com combustíveis. Dos quatro deputados federais por Maringá, Enio Verri aparece no portal da transparência tendo gasto R$ 7,70, com serviços postais.
A cota custeia as despesas do mandato, como passagens aéreas e conta de celular. Algumas são reembolsadas, como as com os Correios, e outras são pagas por débito automático, como a compra de passagens.
Segundo a Câmara Federal, nos casos de reembolso, os deputados têm três meses para apresentar os recibos. O valor mensal não utilizado fica acumulado ao longo do ano – isso explica porque em alguns meses o valor gasto pode ser maior que a média mensal.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.