População de Paiçandu inicia mobilização contra localização de trincheira na Rodovia da Morte

https://www.facebook.com/Wesleyrossiii/videos/2058552737600358/

Cresce a mobilização dos paiçanduenses, que tentam convencer o governo Ratinho Junior a corrigir a c(*)gada intencional feita por sua antecessora na duplicação da PR-323, a Rodovia da Morte. Para beneficiar a mineralizadora do maridão da ex-governadora Cida Borghetti (PP), o povo de Paiçandu vai ter sérios problemas.

O vereador Wesley Rossi gravou o vídeo acima, compartilhado nas redes sociais, mostrando que a primeira trincheira ficará a cerca de 5 quilômetros da cidade, deixando-a ilhada. Quem mora do outro lado da pista, terá que percorrer 10 km por dia a mais, explica ele.
Ao comentar a localização do retorno/trincheira, um leitor do blog não estranhou, lembrando a relação de políticos com retornos, contornos e desvios; normalmente, o retorno é sempre deles. Barros foi quem se empenhou, não se esqueçam, para o Contorno Norte, que nada contorna. Sem contar que ele, até agora, vinha contornando vários processos.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.