Nada mal

O ex-vereador Flávio Vicente (dir.), que foi o quinto candidato a prefeito de Maringá mais votado em 2016 e hoje é segundo suplente do senador Flávio Arns, não pode reclamar.

Se tivesse vencido a eleição que disputou pela Rede, estaria recebendo R$ 25.264,74 mensais brutos, e R$ 15.863,13 líquidos. Como assessor parlamentar do senador e xará, os vencimentos são de R$ 22.943,73 por mês, mas sobram R$ 17.037,88 líquidos.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.