Política na indicação do NRE?

O Núcleo Regional de Educação de Maringá é o único do Paraná comandado por interino.

Nos demais núcleos, o processo seletivo terminou e os aprovados assumiram o cargo. Em Maringá, as três concorrentes foram reprovadas. E agora há políticos querendo que o NRE seja uma ilha e continue com uma indicação política. Hoje Luciano Santos, de Sarandi, chefia o órgão.
Na sua vinda recente a Maringá, o secretário de Estado da Educação enviou um assessor para conversar com professores, que aguardam a realização do processo seletivo, e não a indicação política.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

Deixe seu pitaco