Audiência discute saúde mental

O médico e deputado estadual Dr. Batista (PMN) participou hoje, em Curitiba, da audiência pública que discutiu as novas diretrizes de atendimento à saúde mental no Brasil e no Paraná.

Ele foi um dos autores da proposta da audiência, ao lado dos deputados Goura (PDT) e Mabel Canto (PSC). A audiência que reuniu especialistas, médicos, psicólogos e pacientes foi motivada por um documento divulgado em fevereiro deste ano pelo Ministério da Saúde e que propõe uma nova política de atendimento. A nota técnica prevê, entre outros pontos, a internação em hospitais psiquiátricos e o financiamento para compra de máquina de eletrochoques.
De acordo com especialistas que participaram do debate, itens da política de tratamento adotada pelo governo Federal vai contra a lei n° 10.216/2001, conhecida como Lei da Reforma Psiquiátrica. A lei estabeleceu diretrizes para o cuidado à saúde mental no Brasil. Antes disso, era comum o internamento de pessoas com transtornos mentais em hospitais psiquiátricos. “Precisamos de uma discussão baseada na ciência, como no modelo proposto pela Reforma Psiquiátrica de 2001. O foverno federal está agredindo de forma enfática esta construção. A nota técnica publicada desestrutura o tratamento e não respeita as necessidades dos pacientes”, afirmou o deputado Goura. Leia mais.

(Foto: Kleyton Presidente/Alep)

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.