Amusep entrega ao governador projeto para agronegócio regional

O governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Júnior, recebeu o diagnóstico inicial para a implantação de programas que impulsionem o desenvolvimento do agronegócio na região da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense.

A entrega do documento foi feita pelo primeiro vice-presidente da Amusep, prefeito de Mandaguari, Romualdo Batista; pelo reitor da Universidade Estadual de Maringá, professor Júlio César Damasceno; e pelo gerente Regional do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural, César Miguel Candeo dos Santos, durante solenidade de liberação de recursos e obras pelo Governo do Estado, realizada durante a Expoingá.
Focado na geração de emprego e renda; eliminação de obstáculos para a comercialização da produção agrícola; e na fixação do homem no campo, entre outros aspectos, o documento é o primeiro da nova fase da parceria entre a Amusep, UEM e Emater. A proposta entregue ao governador apresenta quatro pilares de atuação: aprofundar o levantamento da situação atual e ampliar o mapeamento dos gargalos produtivos, tecnológicos e de mercado; estudo da legislação municipal, estadual e federal para sugerir a modernização ou alteração dela; o incentivo à melhoria da qualidade dos produtos, por meio da inovação; e o estímulo à adoção de modernas práticas, voltadas para a diversificação e a integração da produção nas pequenas propriedades rurais.
Para o primeiro vice-presidente da Amusep, Romualdo Batista, a entrega do documento a Ratinho Júnior é um passo decisivo para que o trabalho dos secretários municipais, pesquisadores da UEM e extensionistas da Emater frutifique e provoque o surgimento de uma nova realidade socioeconômica na região. “A partir do diagnóstico, temos algo concreto para estabelecermos canais de comunicação com as diversas secretarias de governo e com a Assembleia Legislativa”, destaca. O reitor da UEM, Júlio Damasceno, ressalta que, com as linhas estratégicas definidas, é possível criar os mecanismos para derrubar os entraves à comercialização e à melhoria da qualidade de vida no campo. O gerente Regional Emater, César Candeo, acrescenta que o fato inédito de as três instituições apresentarem uma proposta única, de forma organizada e coordenada, será fundamental para que o investimento necessário chegue à região.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

Deixe seu pitaco