Fica ou não fica?

Há muita conversa sobre a permanência de João Regiani na direção do Procon de Maringá. A situação deve ser esclarecida esta semana.

Há alguns dias circula que ele poderia deixar o cargo, que assumiu em fevereiro. As razões poderiam ser políticas (a pedido de dois vereadores) ou não (a tal questão dos preços de combustíveis em Maringá).
O certo é que uma de suas últimas postagens nas redes sociais foi justamente lembrar que, como diretor do Procon, determinou abertura de procedimento de investigação nos preços dos combustíveis na cidade. Regiani – na foto com Wilson Quinteiro e Nilton Tuller, no aniversário deste último – cumpriu agenda de trabalho hoje pela manhã em Curitiba e retorna a Maringá neste final de tarde.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.