Cursos do TCE orientam e evitam punições, diz presidente do TCE

Os cursos promovidos pela Escola de Gestão Pública, do Tribunal de Contas do Estado do Paraná, têm a missão de orientar; evitar “punições” e reduzir os riscos de prejuízos financeiros para os servidores e gestores dos recursos públicos.

Foi o recado inicial que o conselheiro presidente da Corte de Contas, Nestor Baptista, deixou para os 420 participantes do treinamento sobre “Atos de Pessoal”, realizado semana passada do campus sede do Centro Universitário de Maringá.
Ao lado dos presidentes da Associação dos Municípios do Setentrião Paranaense (Amusep), prefeito de Atalaia, Fábio Fumagalli Vilhena de Paiva; e do Consórcio Público Intermunicipal de Saúde (Cisamusep), prefeito de Ivatuba, Róbson Ramos, Baptista elogiou o interesse dos participantes da capacitação, pois “somente com pessoas preparadas é possível oferecer um serviço de padrão superior à população e gerir, com austeridade, os escassos e limitados recursos públicos”. Também fez questão de ressaltar que a presença dele, na abertura do evento, era uma demonstração do quanto é importante o papel de agente orientador do TCE. “No serviço público, prevenir é, infinitamente, melhor do que autuar”, citou, inspirado no ditado popular.
O presidente da Amusep destacou que apoiar iniciativas de formação e atualização profissional é uma “prioridade natural” dos gestores da Associação. “Adquirir ou ampliar o conhecimento é a base para estimular atitudes, que promovam o desenvolvimento ou o aprimoramento de habilidades, e resultem em profissionais mais conscientes do papel essencial deles na condução mais assertiva dos serviços públicos”, reforçou Fábio Vilhena. O presidente do Cisamusep concorda. Róbson Ramos acrescentou que, com equipe técnica mais competente, os responsáveis pela administração têm condições de tomar um volume maior de decisões que proporcionem bem-estar e qualidade de vida à população.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.