UEM divulga nota

A Universidade Estadual de Maringá divulgou hoje nota sobre as horas extras pagas pela instituição, sem anuência do governo, no primeiro semestre deste ano.

Segundo a UEM, elas foram foram, na sua maioria, “destinadas a suprir a grande falta de servidores”. Uma tabela acompanha a nota. A UEM lidera o ranking das universidades que fizeram gastos excessivos este ano, segundo a Comissão de Política Salarial. Leia mais.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.