Câmara de Maringá tem 14º menor
custo do país, aponta IGM-FCA

Hoje, na primeira edição do Pan News, na Jovem Pan Maringá, o professor Fabrizio Meller da Silva, do Departamento de Administração da UEM, falou sobre a posição de Maringá no Índice CFA de Governança Municipal. Segundo o IGM-FCA, ela é a primeira do Paraná e a quarta entre 154 municípios brasileiros com mais de 100 mil habitantes e renda per capita acima de R$ 28,9 mil.


Entre os dados levantados a respeito de Maringá está um que interessa diretamente aos vereadores e em especial ao presidente Mário Hossokawa. O Legislativo maringaense leva nota 10, por ser o 14º menor custo entre todas as cidades brasileiras levantadas na mesma faixa (154); está abaixo até da meta estabelecida pelo estudo.
O custo menor do Legislativo é alvissareiro, principalmente para os que defendem que Maringá volte a ter 21 vereadores (por lei, poderiam ser 23). Com 15, a representatividade da coletividade é, obviamente, mais estreita.
Confira a entrevista abaixo.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.