Lançada campanha contra
fake news sobre agroquímicos

O setor agropecuário intensificou a campanha de combate à desinformação sobre o uso de defensivos agrícolas no país e lançou hoje uma campanha em veículos de comunicação de circulação nacional.

O objetivo é atingir principalmente o público urbano para explicar a qualidade e a segurança dos alimentos produzidos pelo setor brasileiro. A informação é do Canal Rural.
O deputado Luiz Nishimori (PL), um dos relatores da nova Lei dos Defensivos Agrícolas, afirma que os brasileiros devem dar grande atenção aos defensivos e tomar cuidado com as informações recebidas, já que grande parte delas não são verdadeiras. Sobre a quantidade de defensivos usados nas lavouras brasileiras, o deputado vê que o Brasil usa poucos agroquímicos. “Muito menos do que países mais frios”.

Luiz também analisa que os defensivos são necessários para as plantas, assim como os remédios são necessários para os humanos. Segundo ele, sem os pesticidas, o mercado brasileiro é prejudicado, “Sem pesticida hoje nós não conseguimos abastecer o mercado brasileiro”, diz.

Angelo Rigon

Jornalista em Maringá. Pioneiro em blog político, foi repórter e apresentador de programas de rádio e televisão, além de ter editado jornais e revistas. É comentarista da Jovem Pan Maringá.

Deixe seu pitaco